Diretores, vice-diretores das escolas e coordenadores das creches assumem suas funções para o período de 2019 a 2022 em Ouro Preto


Aulas terão início dia 18 de fevereiro nas creches e escolas. O calendário foi adiado devido aos atrasos dos repasses do Governo Estadual para o Município.

Ouvir conteúdo
Por Nízea Coelho.em 07/02/2019

Posse dos diretores, vices e coordenadores da Educação Municipal
Imagem: Ane Souz

Texto: Victor Stutz

Nesta semana, iniciam-se os trabalhos dos novos dirigentes dos estabelecimentos da rede municipal de ensino. A solenidade de posse aconteceu na quarta-feira, dia 6 de fevereiro, às 10 horas, no Paço da Misericórdia (rua Padre Rolim, 344, São Cristóvão).

Em Ouro Preto, a escolha destes profissionais seguiu critérios rigorosos que envolveram desde a avaliação técnica de competências até o desejo da maioria dos integrantes das comunidades escolares.

Ao dar posse aos novos dirigentes, o prefeito Júlio Pimenta destacou a participação do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais de Ouro Preto, bem como do Conselho Municipal de Educação, por terem acompanhado todo o processo, e lembrou que “o pleito foi marcado pela transparência, impessoalidade e ética, princípios valiosos que tem nos educadores seus precursores”.

Durante a solenidade, a secretária municipal de Educação, Rosa Ana Xavier, saudou os novos representantes das escolas e fez lembrar “a participação das comunidades escolares na escolha de seus dirigentes nesse importante processo democrático”.

Já o vereador e presidente da Câmara Municipal de Ouro Preto, Juliano Ferreira, que também é professor, fez questão de ressaltar que a missão para a qual os novos diretores e coordenadores foram convocados “é uma tarefa árdua, de grande responsabilidade, pois a Educação é o pilar sustentador do nosso país”.

Segundo a professora Flávia Aparecida Pinto Barbosa, que assumiu a direção da Escola Municipal Aleijadinho, as tarefas que aguardam os novos dirigentes devem ser marcadas por grandes desafios: “vamos ter que lidar com expectativas e frustrações, acolher as críticas e transformá-las em combustível motivador na busca pela excelência na qualidade do ensino”.

De acordo com o diretor de Recursos Humanos da Secretaria Municipal de Educação, José Eustáquio Elias, o Taquinho, vários estabelecimentos passaram pelo processo de escolha de seus gestores por meio do voto, enquanto outros, em razão da ausência de candidatos interessados em disputar o pleito, tiveram suas diretorias nomeadas pelo prefeito.

Alerta Meteorológico

Estado de observação
  
 
 
 
saiba mais

Receba notícias da Prefeitura

×